Angelino - O Anjinho Distraído | Angelino no Teatro.
16931
single,single-post,postid-16931,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vss_responsive_adv,columns-4,qode-theme-ver-8.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.2,vc_responsive

Angelino no Teatro.

peça-angelino-blog

29 jun Angelino no Teatro.

Angelino é um anjo da guarda bom, só que muito distraído. Por mais que se esforce, nem sempre consegue evitar os perigos. As vezes, é tão atrapalhado que acaba até provocando acidentes, onde a vítima é sempre ele mesmo.

Com essa temática, o simpático personagem infantil acaba ensinando os pais e as crianças o que fazer e, principalmente, o que não fazer para prevenir esse tipo de imprevisto.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, os acidentes na infância são a principal causa de mortalidade infantil de 1 a 14 anos em todo o mundo. Dados confirmados pelo DATA-SUS, que contabiliza 5 mil mortes de crianças por ano no Brasil e mais de 100 mil internações hospitalares, o que caracteriza um grave problema de saúde pública, principalmente se considerarmos que uma em cada 4 crianças internadas acabam com sequelas permanente, comprometendo a harmonia nos lares e criando problemas emocionais e financeiros para as famílias.

 

Para escrever o roteiro da peça, Renato Cavalher levou em conta as estatísticas e o conteúdo programático da ong Criança Segura Brasil, adaptando a linguagem para o público infantil e enfatizando os principais acidentes doméstico que acontecem com as crianças em todo o país. O resultado é uma peça leve e bem humorada, dividida em 3 atos.

 

O primeiro ato acontece supostamente no inferno, onde o diabo em pessoa convoca seu assistente, Capetino, para ir a terra preparar algumas armadilhas para um menino, já que os acidentes com crianças estão diminuindo muito e eles não podem perder espaço. O segundo ato acontece no céu, onde o chefe dos anjos pede para o Angelino cuidar do mesmo menino. O terceiro ato se passa na sala da casa do menino, onde acontece o grande duelo entre as duas forças, do bem e do mal. Claro que Angelino acaba cumprindo sua missão de proteger a criança, mas chega ao fim do espetáculos com a asa quebrada, o olho roxo e o cabelo todo arrepiado em função de um choque na tomada.

 

O espetáculo dura apenas 30 minutos, mas consegue passar as principais dicas de prevenção de acidentes de uma forma lúdica e muito divertida. O cenário é muito compacto para que a apresentação possa ser realizada mesmo fora dos palcos, em escolas, shopping centers, supermercados e hospitais.

 

Ficha técnica:

Elenco:
Gabriel Cima como Angelino
Marcos Maciel como Angelão
Thomas Marcondes como Capetino
Jeferson Franco como Cramunhão
Vitor Muller como Joãozinho
Participação especial:
Regina Vogue
Roteiro:
Renato Cavalher
Direção:
Rafael Camargo
Produção:
Erik Sodré e Luciana Dias

Músicas:

Rogério Saltori e Fernando Cavalaro
Luz e som:
Walter Xavier
Coordenação Geral:
Daniela Capeletti

 

Sem comentários

Enviar um comentário