Angelino - O Anjinho Distraído | Habilidades práticas essenciais para seu filho.
16370
post-template-default,single,single-post,postid-16370,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,columns-4,qode-theme-ver-8.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.2,vc_responsive

28 jul Habilidades práticas essenciais para seu filho.

Com as várias possibilidades que o mundo tecnológico de hoje permite, é difícil fazer as crianças aprenderem habilidades práticas, como entender um mapa, escrever uma carta à mão ou lavar as próprias roupas. “Vejo que muitos pais fazem tudo pelos filhos em vez de deixar as crianças descobrirem como fazer por elas mesmas,” diz Tim Elmore, fundador da “Growing Leaders”, instituição sem fins lucrativos de Norcross, Georgia.

Para mudar esse cenário, veja como os pais podem ajudar os filhos a adquirirem 10 habilidades antes dos 10 anos:

Dar uma mão na lavanderia de casa

A maioria dos adolescentes que estão com um pé na faculdade não sabe lavar as próprias roupas. Não deixe que o seu filho se torne um deles! Você pode começar a se preocupar quando seu filho atingir os seis anos de idade. Para isso, precisará deixar um banquinho próximo à máquina de lavar. Apresente o processo todo para ele: como medir e adicionar o detergente, apertar os botões corretos e ligar.

Fazer embrulhos para presentes

Com certeza, o seu filho já deve amar dar presentes e embrulhá-los pode fazer com que eles se sintam ainda mais orgulhosos e importantes. Enquanto as crianças menores podem ajudar a cortar o papel e colocar a fita em volta do embrulho, as crianças maiores, com a sua orientação, podem remover a etiqueta de preço, encontrar a caixa ideal para o presente e envolver o objeto com o papel para assegurar que nenhuma parte ficará à vista, estragando a surpresa.

Escrever uma carta à mão

As crianças podem escrever uma carta para um membro da família e entregar na caixa de correio. Ensine um filho mais velho a endereçar um envelope e as cinco partes características de uma carta: data, saudação, corpo do texto, despedida e assinatura. Eles também podem ajudar com os cartões de festas e de datas comemorativas.

Preparar uma refeição para não morrer de fome

Peça para o seu filho ajudar a preparar uma refeição, determine as tarefas dele e mantenha a calma quando a farinha voar e o ovo se quebrar no chão;

Iogurte com frutas é um ótimo café da manhã para começar. Crianças pequenas podem colocar colheres de iogurte na tigela e adicionar as frutas já cortadas. Incentive crianças de cinco anos ou mais a fazer sanduíches e sucos. É lógico que eles devem ser acompanhadas de perto.

Com sete ou oito anos, seu filho pode tentar outras experiências, como fazer uma simples salada, rasgando o alface e cortando as cenouras e os tomates. Aos dez anos, os filhos podem usar o fogão para um sanduíche de queijo grelhado. Mas lembre-se de sempre pensar na segurança dele e orientar quando for utilizar utensílios domésticos que apresentem algum risco de acidentes.

Cuidar de um machucado

Ensine o seu filho a não entrar em pânico ao ver sangue. E tente não ficar desesperada também. Aplique uma pressão até o sangramento parar, limpe o ferimento com água e coloque um curativo.

Limpar o banheiro

Tenha sempre uma esponja para limpar a pia no banheiro. Com a privada, a conversa é outra. Crianças maiores já podem limpar a tampa, o assento e a base com desinfetante. Certifique-se que eles lavem as mãos depois disso.

Ser um consumidor inteligente desde cedo

Sempre anuncie os preços e fale sobre suas escolhas: “Estou indo para o outro posto de gasolina porque ali o álcool está dez centavos mais barato.” Além disso, encarregue-o de comprar alguns itens. No supermercado, desafie o seu filho a encontrar a marca mais barata de papel toalha e molho de tomate, por exemplo.

Cultivar um novo jardim

Muitas crianças aprendem a plantar sementes nas aulas, mas não como colocá-las num jardim. Whitney Cohen, coautor do livro “Instruções para projetos de jardinagens para crianças” (em tradução livre), instrui o básico. Primeiro, peça para o seu filho cavar um buraco na terra e que ele seja grande o suficiente para caber a planta dentro. Uma vez que a planta já estiver no buraco, oriente a criança a amassar a terra em torno do caule. Crie uma rotina para regar sempre a planta.


Fonte: Revista Pais & Filhos


Sem comentários

Enviar um comentário