Mães e celulares. - Angelino - O Anjinho Distraído
16447
post-template-default,single,single-post,postid-16447,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,vss_responsive_adv,columns-4,qode-theme-ver-8.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.2,vc_responsive

Mães e celulares.

22 ago Mães e celulares.

Ainda não existem estatísticas a respeito, mas o uso de celulares para teclar ou falar tem tirado a atenção de muitas mães na hora de cuidar de seus pequenos.

Assim como no trânsito, bastam alguns segundos de distração para que um acidente aconteça em casa. Segundo o DPVAT, são registrados 1.3 milhão de acidentes no trânsito por ano envolvendo o uso de celulares. E esse número pode dobrar algumas vezes, se considerarmos os não registrados ou aqueles em que o motorista não admitiu o uso. O fato é que o celular é perigoso na hora de dirigir e na hora de tomar conta de uma criança, também. Aqueles segundinhos necessários para olhar uma mensagem já são suficientes para propiciar um acidente. Mesmo dentro de casa, nossos filhos estão cercados de perigos e precisamos estar atentos a cada segundo para evitar uma queda, uma queimadura, um choque ou qualquer outro acidente doméstico. Por isso, o Angelino propõe um pacto para as mães: não usar os telefones quando as crianças estiverem acordadas e sob os seus cuidados exclusivos. Não é um compromisso fácil de cumprir, mas pelos seus filhos vale a pena qualquer esforço, não é mesmo?

0 ; )

Sem comentários

Enviar um comentário