Angelino - O Anjinho Distraído | O berço ideal.
16885
single,single-post,postid-16885,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vss_responsive_adv,columns-4,qode-theme-ver-8.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.2,vc_responsive

O berço ideal.

berçoblog

17 maio O berço ideal.

Quem já é mãe sabe: escolher o modelo de berço ideal para o bebê exige atenção a vários detalhes, especialmente nos dias atuais, em que as opções encontradas no mercado são infinitas.

A escolha, é claro, vai muito além da estética e devem ser levados em conta quesitos como segurança, conforto e funcionalidade.

A segurança para o bebê é o principal aspecto a ser verificado na hora de escolher o berço. É importante a ausência de quinas ou pontas que possibilitem prender a roupa do bebê ou provocar ferimentos. Ou seja, todos os cantos precisam ser arredondados.

Também é preciso ficar atento à existência de parafusos, porcas, adesivos, marcas e outros adereços que podem se soltar e que o bebê pode engolir.

Em relação à grade, a altura deve ter no mínimo 60 cm e, no caso das grades reguláveis, o sistema de trava deve ser confiável para evitar que a criança acione por si própria, acidentalmente. A distância entre as grades deve ser menor que a cabeça do bebê (aproximadamente 6,5 cm). Entre o estrado e as grades laterais, a distância precisa ser menor que 2,5 cm, para evitar que a criança prenda as mãos e os pés. O colchão deve ser firme, ajustado ao tamanho do berço.

Verifique se o fabricante tem boa procedência e procure sempre pelo selo do Inmetro. A certificação garante que todos esses cuidados foram verificados.

Cabe também lembrar das recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria, que orienta a não deixar brinquedos, fraldas ou protetores de grade dentro do berço para não sufocar o bebê. Nos 6 primeiros meses, nem o travesseiro é necessário, segundo a associação. A sugestão é que o bebê durma de barriga para cima, o que reduz o risco da Síndrome da Morte Súbita em mais de 70% dos casos. E que também fique posicionado na metade inferior do berço, com os pés próximos da base.

 

Fonte: Dicas de Mulher/SBP

Sem comentários

Enviar um comentário