O que fazer em caso de choque. - Angelino - O Anjinho Distraído
16635
post-template-default,single,single-post,postid-16635,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,vss_responsive_adv,columns-4,qode-theme-ver-8.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.9.2,vc_responsive

O que fazer em caso de choque.

24 out O que fazer em caso de choque.

O choque elétrico é uma das principais causas de acidentes com crianças no mundo, resultado da passagem de uma corrente elétrica através do corpo. Essa corrente pode causar queimaduras, perda de membros e até mesmo parada cardiorrespiratória, dependendo do nível de voltagem e amperagem da rede. Portanto, saiba como se prevenir e como socorrer possíveis vítimas de choques elétricos.

Para lidar com o choque elétrico é preciso observar os riscos que estão à nossa volta e não vacilar. Hoje, no Brasil, estima-se que quatro pessoas são vítimas de choques elétricos a cada dia, ficando com graves sequelas ou perdendo a vida. Quase sempre a desatenção e o desconhecimento são os principais fatores que levam a esses acidentes.

Como socorrer

1 –Tente desligar a chave geral o quanto antes. Caso não seja possível, use objetos isolantes como cobertas ou toalhas (secas) para enlaçar a vítima e puxá-la para desprender a pessoa do objeto que conduz a energia. Pedaços de madeira, borracha ou plástico também podem ser usados, desde que estejam secos. Nunca toque no corpo da vítima durante o choque elétrico.
2 – Tente chamar pela vítima para reanimá-la. Caso os sentidos não retornem, proceda com a massagem cardíaca e respiração boca a boca, com 5 pressões para cada sopro. Até um ano de idade, a massagem deve ser feita com o polegar e acima dessa idade, com as palmas das mãos (uma sobre a outra) sempre no meio do peito, entre as costelas.
3 – Se a pessoa recuperar a consciência procure mantê-la calma.
4 – Ligue para o SAMU (192) ou para o Corpo de Bombeiros (193) e peça ajuda imediata.

 

Como evitar

É claro que a melhor forma de lidar com choques elétricos é evitando que ocorram e isso pode ser feito através de alguns cuidados básicos:

1 – Se precisar mexer na parte elétrica da sua casa, opte sempre por um especialista. Se não puder, lembre-se de desligar a chave geral.
2 – Não deixe fios desencapados. Basta tocá-los para que um acidente aconteça.
3 – Nunca troque lâmpadas ou execute qualquer tarefa que envolva eletricidade com o corpo molhado, já que a água é excelente condutora de energia.
4 – Proteja as tomadas com protetores para evitar que as crianças sofram acidentes (mais informações aqui). Existem dispositivos de segurança (DPS e DR) que são instalados junto aos disjuntores e que interrompem a transmissão de energia em caso de raios e curto-circuito. Mas é importante verificar se são equipamentos com o selo de aprovação da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).
5 – Oriente crianças e adolescentes sobre os riscos de soltar pipas próximos à rede elétrica e a jamais tentar tirá-las caso se prendam aos cabos de energia.

Fonte: Clamper

Sem comentários

Enviar um comentário